Banda GDC na Revista Comunhão

Os cariocas da banda GDC acabaram de lançar o primeiro álbum da carreira, o EP “Volume 1”. Formado pelos guitarristas Fael e Cacau, o baixista Cristian, o baterista Coala e o vocalista Freddy, o grupo já acumula 10 anos de estrada.
O início da jornada se deu ainda na adolescência, aos 17 anos. Na época, formar uma banda não passava de coisa de jovem que queria fazer um som. “Com o decorrer dos anos, fomos adquirindo maturidade
espiritual e mental e experiência musical”, conta Fael. O projeto então começou a ganhar forma. A sigla GDC remetia no começo a “Galera de Cristo”, mas ganhou outro significado, “Guerreiros de Cristo”, um termo que representa muito mais a realidade cristã, com suas lutas diárias para manter uma vida consagrada ao Senhor.
“Volume 1”, que ficou pronto em maio, tem distribuição independente. São seis faixas que passeiam por gêneros como rock indie, pop rock e surf music. “Temos diversos estilos no CD, e isso é uma das principais coisas que o tornam gostoso de ouvir. O público pode esperar algo especial e divertido. O que não falta é poesia falando a respeito do Reino”, garante o guitarrista.
A divulgação do EP prevê ainda com a produção de um videoclipe. Os componentes, no entanto, não revelaram a canção escolhida para esse registro nem a data para o lançamento.
O disco, asseguram, foi produzido com muito carinho e zelo, debaixo de muita oração e sob a direção de Deus. Os primeiros projetos e composições começaram a surgir em 2014. “A gente percebe o carinho que
Deus teve ao nos dar cada música, cada letra, cada arranjo. As pessoas falam que as letras são fortes, diferentes. Em nossos eventos, shows e ministrações, as pessoas sempre nos dão um feedback positivo de que estão saindo dali abençoadas. Isso nos deixa com aquele sentimento de missão cumprida e somos sempre gratos a Deus por tudo, porque isso tudo é a misericórdia dEle repousando sobre nós mais um dia.”
Entre as músicas de trabalho, destaque para “Pobre Rico”, que fala sobre o tesouro do cristão verdadeiro guardado no céu. Mas a que não pode faltar no repertório das apresentações nas
igrejas é a canção “Livre Sou”.
Dentre as experiências vividas durante os eventos, Fael recorda um momento importante. “No ano passado, aconteceu algo inédito e marcante. Fizemos um show num shopping em Niterói (RJ) e, no meio da praça de alimentação, alguns amigos nossos começaram a orar. Algumas pessoas se entregaram pra Cristo ali mesmo. Foi um dia muito especial.”
Sobre os próximos planos, os meninos respondem com segurança: “A nossa oração como banda é que a gente nunca esqueça qual é o principal objetivo pelo qual Deus nos colocou aqui. E esperamos que Ele continue nos usando”.

Matéria feita pela jornalista Heloyse Faustino.
CONFIRA A REVISTA
http://www.comunhao.com.br

Compartilhar:

Deixe uma resposta

Copyright © 2017 Banda GDC - Todos os direitos Reservados